BASÍLICA DA ESTRELA

Localização: Praça da Estrela (frente ao Jardim da Estrela) | Lisboa

Telefone: 213 960 915

EstrelaBasilica-Lisbon.jpg

A Basílica da Estrela, ou Real Basílica e Convento do Santíssimo Coração de Jesus tal como o nome indica é uma igreja basilical, de nave única e planta em cruz latina, que foi construída entre 1779 e 1790. É uma das mais brilhantes realizações dos estilos Barroco final e do Neoclássico. O projeto ficou a cargo de arquitetos da Escola de Mafra. A Basílica pode ser mesmo vista como uma réplica simplificada, em termos de soluções arquitetónicas, do Palácio-Convento de Mafra. A sua construção materializou-se como ex-voto da Infanta D. Maria (futura rainha D. Maria I), caso esta concebesse um filho varão, o que de facto aconteceu. A Basílica da Estrela foi projetada pelo arquiteto Mateus Vicente de Oliveira, que viria a falecer sem ver a sua obra concluída. Reinaldo Manuel dos Santos substituiu-o e alterou radicalmente a planta inicial.

Esta grandiosa igreja, encimada por uma  admirável cúpula branca, ergue-se no alto de uma colina na zona oeste da cidade, sendo um dos marcos da zona da Lapa (topo da Calçada da Estrela).

A fachada é coroada por frontão triangular enquadrada por duas torres sineiras com relógios, e decorada com estátuas monumentais e figurações relevadas alusivas ao mistério do Sagrado Coração de Jesus da autoria de Joaquim Machado de Castro.

O amplo interior, de mármore cinzento, rosa e amarelo, iluminado por aberturas na cúpula.

Basilica_Estrela_Interior.jpg
Basílica_da_Estrela_(Lisboa)_-_Fachada_principal.jpg
Basilica_Estrela_Orgao_e _Tumulo.jpg

No seu interior destaca-se o altar-mor com retábulos alusivos ao Mistério do Sagrado Coração de Jesus, várias pinturas de Pompeo Battoni, nomeadamente “A Ceia”, ou o grupo escultórico da Eucaristia desenho de Machado de Castro. De referência obrigatória é o túmulo em mármore, de feição neoclássica de D. Maria I, que faleceu no Brasil, e que se encontra no transepto direito.

Este templo dispõe de dois órgãos - o Grande Órgão (construído em 1789) e o Órgão de Coro (1791), ambos construídos pelo António Xavier Machado e Cerveira. O órgão de coro foi restaurado em 1998.

A Basílica da Estrela é Monumento Nacional desde 1910.

Um monumento absolutamente imperdível!

Redes Sociais:

  • Facebook

Coordenadas GPS: 38º 42’ 48’’ N 9º 9’ 38” W