Biblioteca Joanina

"A Casa da Livraria foi construída ente 1717 e 1728, tendo recebido os primeiros livros somente depois de 1750."

A Biblioteca Joanina foi mandada construir pelo rei D. João V (1717-1728). É reconhecida com uma das mais originais e espetaculares bibliotecas barrocas europeias.

É constituída por 3 salas comunicantes, integralmente revestidas de estantes de madeira de carvalho decoradas com motivos chineses.

 

O seu acervo reúne cerca de 70 mil volumes, contando entre os seus exemplares algumas das mais raras coleções bibliográficas, na Biblioteca encontram-se exemplares representativas do que de melhor se produzia na Europa culta dos séc. XVI, XVII e XVIII.

A morfologia arquitetónica da Biblioteca, as paredes com cerca de 2 metros de espessura e a porta de entrada em madeira de teca, garantem as condições ambientais ideais.

A preservação do valiosíssimo espólio é uma preocupação fundamental e para o qual contribui o facto das estantes serem em madeira de carvalho, no interior da Biblioteca vivem duas colónias de morcegos que ajudam a combater os insetos que atacam os livros.

A nave central da Biblioteca Joanina tem uma estrutura semelhante à de uma capela, em que o retrato de D. João V ocupa o lugar do altar.

 

A moldura dourada da tela imita uma cortina, que se abre para exibir, numa "esplendorosa composição alegórica" - o rei.

A Biblioteca Joanina encontra-se entre as mais bonitas bibliotecas do mundo, sendo por tal um local obrigatório em qualquer roteiro de visita a Coimbra.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

© 2017 GRUPO GALA | All Right Reserved