Screen Shot 2021-08-04 at 12.41.11.png

Capela

A Capela é um dos edifícios que foi construído no século XX (1919-1932).

O projeto da Capela foi da responsabilidade dos arquitetos Pablo Gutiérrez Moreno e Antonio Illanes del Rio. O seu aspeto exterior – acabamentos, portas e janelas – foram pensados com extremo cuidado de forma a que esta construção se encontra perfeitamente enquadrado nas restantes construções da fortaleza. Para além de que tudo foi pensado e feito para que a capela pudesse receber cerimónias litúrgicas.

A capela, de dimensões reduzidas, onde a proporcionalidade dos elementos é perfeita, tem planta octogonal, com uma fascinante cúpula rodeada por uma galeria. Esta foi inspirada no templete de San Pietro, em Montorio, Roma, edifício renascentista do arquiteto Bramante, e que foi custeado pelos reis católicos, no início do século XVI.

A cúpula é o seu elemento mais importante e marcante, e cuja ornamentação é em estilo neomudéjar. Foi inspirada na cúpula do primitivo convento de San Pablo, em Sevilha (esta foi um dos poucos vestígios que se conservaram do convento gótico original, que foi construído no século XIII, logo após a reconquista cristã).

Possui um presbitério retangular ao qual se acede através de um arco triunfal e que também a separa da nave. A capela contém ainda um confessionário e uma sacristia. O corredor que percorre todo o lado nordeste serve para a isolar da humidade da cisterna.

Atualmente a Capela é dedicada à Virgem do Rosário, Santa Patrona de Almodôvar. 

A construção da Capela dentro do perímetro da fortaleza, a forma como foi projetada bem como a sua ornamentação dão-lhe um aspecto antigo e consonante com as demais construções.