60623.jpg

Ilha do Sal

A Ilha do Sal é uma das menores ilhas habitadas do arquipélago de Cabo Verde. Por não possuir água potável nunca foi habitada, até que em 1833, na localidade de Pedra de Lume, se iniciou a exploração de sal e se iniciou o seu povoamento. Durante mais de um século esta atividade dinamizou a economia desta ilha. Na década de 1940 foram implementados sistemas de captação de água pluvial, o que incrementou o seu povoamento. Importante foi indubitavelmente a construção (1939) do aeroporto – hoje Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, este é um dos principais pontos de entrada no arquipélago caboverdiano e que possibilita a exploração dos modernos complexos turísticos que se têm vindo a instalar, desde o início deste século (XXI), sobretudo, na cidade de Santa Maria.

Ainda que se trate de uma ilha vulcânica é praticamente plana – e por não haver montanhas (excetuando no norte da ilha) para condensar a umidade atmosférica faz com que seja extremamente árida e onde nos meses frescos há pouca vegetação, todavia no verão transforma-se completamente, e a paisagem torna-se incrivelmente bonita e verdejante.

Ainda que se trate de uma ilha vulcânica é praticamente plana – e por não haver montanhas (excetuando no norte da ilha) para condensar a umidade atmosférica faz com que seja extremamente árida e onde nos meses frescos há pouca vegetação, todavia no verão transforma-se completamente, e a paisagem torna-se incrivelmente bonita e verdejante.

Na ilha do Sal há extensas praias de areia branca, que é transportada pelos ventos a partir do deserto do Saara, e que são de grande interesse turístico.

O clima é ameno e com pouca variação anual, pelo que é possível visitar a ilha durante todo o ano.

Existem salinas naturais e construídas – aliás, é o sal que deu o nome à ilha – e que cada vez mais são pontos de interesse turístico.

Uma das grandes atrações são as piscinas rochosas naturais, onde se destaca a designada por Buracona, situada na costa ocidental norte da ilha.

A ilha do Sal é o principal foco de atração turística do arquipélago de Cabo Verde. A sua boa rede de hotéis é responsável por mais de 50% das dormidas turísticas em todo o arquipélago.

Há um sem número de locais para visitar, entre os quais destacamos: a Praia de Santa Maria,  com as suas areias brancas e águas translúcidas azul-turqueza; a Praia da Ponta Preta (Murdeira), adornada por dunas de areia fina e branca que se movimenta ao sabor do vento, esta praia é perfeita para longas caminhadas e a prática do surf, sendo mesmo considerado um ponto internacional, aqui realiza-se uma das etapas do campeonato internacional de Windsurf; cidade de Santa Maria e o Pontão; Salinas de Pedra de Lume (onde pode tomar banho – boiar nas salinas) bem como a praia das Salinas de Pedra de Lume; Baía da Parda para ver tubarões; a Buracona, piscina natural esculpida pelo mar nas negras rochas vulcânicas; o Olho Azul, uma gruta que fica na zona das piscinas naturais, e onde o reflexo do sol na água parece um olho de cor azul intensa; a Reserva Natural da Baía Natural da Murdeira, onde pode ver algumas espécies de tartarugas marinhas bem como algumas aves marinhas únicas; o Monte Curral; a Vila Palmeira (vila piscatória) e a cidade de Espargos (capital da ilha) também têm que ser icluídas em qualquer roteiro.

Para os mais amantes da naturesa – quem não é? – é imperativo visitar as Salinas de Pedra de Lume Project Biodiversity Turtle Conservation Hatchery - Santa Maria Viveiro, Botanical Garden & Zoo di Terra, na Cidade de Santa Maria. 

 

Na cidade de Santa Maria é obrigatório passar pelo Buddy Bar Casa da Música e pelo Funaná Casa da Cultura. Se gostar de casinos a ilha do Sal conta desde 2019 com um – o Casino Royal.

Nas suas próximas férias visite a Ilha do Sal e descubra todas as suas maravilhas naturais e encante-se com a gastronomia, a cultura e a morabeza das suas gentes.