Museu Valeriano Salas

Este Museu, localizado no antigo Convento de S. Francisco, acolhe uma vasta e curiosa coleção de obras de arte, resultado de uma doação feita em 1966, por María Antonia Tellechea, que cumpriu a vontade do seu falecido marido, Valeriano Salas, e entregou a coleção deste ao Município de Béjar.

Valeriano Salas apresentava um especial interesse por arte e cultura, o que o levou à criação da revista "Geográfica Española" e a fundar, juntamente com outros colaboradores, a Associação Espanhola dos Amigos dos Castelos. Mais tarde foi nomeado diretor do Arquivo Fotográfico Hispânico, do Ministério dos Assuntos Internos. 

A sua paixão pelas viagens e pelas outras culturas, levou-o a viajar por diversos continentes onde foi adquirindo peças que compõem a sua coleção de mais de 200 peças de arte.

O Museu encontra-se dividido em três espaços: numa primeira sala encontram-se as pinturas de escolas flamencas e de vários países europeus, que datam desde o séc. XVI até ao séc. XIX, mas também algumas peças de diversas origens geográficas, nomeadamente da Arte Oriental; passamos ao "Gabinete do Colecionador" onde se encontram várias peças em cerâmica, bronze, marfim, alguns móveis e até armas japonesas, que Valeriano Salas foi adquirindo durante a sua vida; na última sala do Museu, encontram-se expostas as fotografias das várias viagens que este realizou pelo mundo.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

© 2017 GRUPO GALA | All Right Reserved