Screen Shot 2021-08-04 at 14.53_edited.jpg

Pátio de Armas

O Pátio de Armas é um enorme espaço retangular que se adpta na perfeição ao terreno. O que vemos hoje é bastante diferente do original. Durante a reconstrução foram construídos edifícios que não existiam antes. Mesmo sendo bastante diferente do original distingue-se perfeitamente o edificado do século XX – espaço interior – do edificado medieval que o rodeia. 

 

Na Idade Média o espaço interior, inteiramente rodeado de torres e muralhas, era um local inexpugnável. Estaria ocupada por construções de madeira que serviam de alojamento aos soldados e à populaçaõ, que em tempos de guerra procurava segurança dentro dos seus muros.

Durante o processo de reconstrução foram encontrados vestígios de numerosas construções, tendo o arquiteto responsável pela obra (D. Adolfo Fernández Casanova) elaborado um projeto detalhado de todo o conjunto, sendo por isso possível saber como se distribuiam e quais as suas dimensões, deixou também informação que permite concluir que estavam em ruína total.

Os edifícios que datam do século XX foram construídos para que o espaço fosse habitável e os medievais serviam exclusivamente para a defesa. Datam do século XX a sudoeste a casa-palácio e a capela e ao centro a biblioteca. As torres, as muralhas e tudo o restam são de construção medieval.