Quinta das Lágrimas

Na Quinta das Lágrimas existem duas fontes, ambas se encontrando relacionadas com o trágico amor de Pedro e Inês.

A "Fonte dos Amores", assim chamada por ter presenciado a paixão de D. Pedro por D. Inês de Castro. O acesso a esta fonte, que se encontra entre árvores centenárias, faz-se através de um arco ogival gótico, datado do século XIV.

 

A outra fonte da Quinta foi denominada por Luís de Camões nos "Os Lusíadas", como "Fonte das Lágrimas", referindo que a mesma nascera das lágrimas vertidas por Inês ao ser assassinada a mando de Afonso IV de Portugal.

O sangue de Inês terá ficado preso às rochas do leito, ainda rubras mesmo volvidos alguns séculos...

Um lugar místico e que não pode deixar de visitar.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

© 2017 GRUPO GALA | All Right Reserved