Screen Shot 2021-08-04 at 12.43.00.png

Torre de Menagem

A Torre de Menagem, torre do tipo albarrã (separada do resto do castelo), ergue-se em frente à Torre da Escola, mede 33 metros de altura e tem paredes quase indestrutíveis, foi construída no século XIV. Comunica com o restante edificado através passadiço. Encontra-se no extremo sudeste do castelo.

Durante a Guerra Civil espanhola foi disparada uma peça de artilharia, que se supõe de calibre 7,5 cm, contra o lado nordeste da torre medieval, que não provocou estrago algum, tão somente deixou uma marca que ainda hoje se pode ver.

Esta torre com formato poligonal e de grandes dimensões foi construída depois da reconquista cristã é o mais importante elemento do castelo. Mesmo antes da restauração do castelo era o seu elemento mais bem conservado. Liga-se ao corpo do castelo por meio de um arco. É encimada por guaritas nos vértices e coroada com ameias piramidais. Nas suas paredes rasgam-se vãos com arcos em ferradura, típicos da arquitetura  árabe.

Esta torre é composta por três câmaras. O a camara inferior alberga a masmorra, na camara superior encontra-se a sala principal, a mais nobre de toda a fortaleza. Esta sala tem planta quadrada, ao contrário das outras duas que são octogonais, foi construída com um cuidado diferente das outras. Sendo muito interessante para quem estuda o estilo gótico mudéjar em Cordoba. 

Nesta sala vivia o alcaide, era nela também que se realizavam as cerimónias de tributo. Era um lugar luxuoso, como se comprova pelos elementos decorativos, as pinturas afresco, com motivos geométricos, destacava-se pelo uso de cores vivas (predominando o vermellho em tonalidade ocre e o preto), atualmente, e fruto do passar dos tempos, encontram-se bastante degradadas. Possui ste das dez pinturas presentes nas torres.

As oito mísulas são também um elemento de destaque – os seus relevos encontram-se bem conservadas, infelizmente as pinturas estão muito danificadas. As mísulas são feitas com pedra das pedreiras de Montoro. Tal como a restante ornamentação da torre as mísulas são mudejáres, sendo que as decorações vegetalistas revelam forte influência islâmica.

Sobre a porta de entrada encontra-se o brasão de armas de Castela e Leão.

 

A Torre de Menagem, que em Castela recebia a denominação de Torre de Homenagem, é sempre a mais importante, centra e a mais alta dos castelos cristãos medievais, definia-se como o seu principal ponto de poder e último reduto de defesa (em alguns casos poderia servir de recinto habitacional do castelo). Dada a sua localização estratégica permitia ter uma ampla visão dos arredores, bem como do perímetro da muralha. O poder defensivo destas torres era fulcral para o castelo e para as linhas de defesa dos locais que protegiam. A parte superior era coroada por ameias (servindo como base de tiro direto com alcance em todo o primetro do castelo), no chão, em pontos estratégicos, tinham matacães (abertura no chão através dos quais se podiam ver os atacentes, podendo agredi-los com pedras, água e azeite a ferver, flechas, entre outros objectos) aumentando o sua capacidade de defesa.