torre mestre.jpg

Torre do Mestre | Torre Escola

Esta torre tem 27 metros de altura, sendo a segunda mais alta da fortaleza. A denominação de Torre do Mestre tem a ver com o facto de em 1513 o castelo ter sido entregue ao Mestre da Ordem de Calatrava.

 

Os habitantes locais trocaram o vocábulo “maestre” por “maestro”, e dada a relação passou de “maestro” para “escuela” (escola), sendo este a atual denominação da torre – Torre Escola.

Esta torre tem uma planta algo peculiar relativamente às demais torres do castelo – duas das suas paredes diminuem de grossura à medida que crescem em altura. Ainda assim é a torre que tem as paredes mais grossas de todas as construções que se encontram na fortaleza. Acede-se a esta torre através de um corredor totalmente incorporado na edificação. A cobertura desta passagem é em arco ogival e a cobertura do interior é em cúpula octogonal.

Esta torre servia para vigiar o lado noroeste e o sopé da Serra de Córdoba. O piso superior desta torre tem a segunda câmara mais ampla de toda a fortificação (a mais ampla está na Torre de Menagem). A sua construção foi bastante cuidada, ainda que não tenha sido terminada no século XIV (nunca foi construída a segunda câmara), era uma das mais usadas.

Aquando da reconstrução o seu estado de conservação não diverso, havia áreas bem conservadas e áreas mal conservadas. Foi possível ainda assim manter a sua traça original.